Piramide do conhecimento




Ensinar é a forma mais eficiente de aprender.

Por isso, resolvi disseminar conhecimento.

Flavio Marcelo Guardia

ATO I: O INÍCIO

Síntese nunca foi o meu forte.Adoro ouvir e contar histórias longas, de preferência com detalhes.Aliás, contar histórias é a forma mais antiga de se transmitir conhecimento.Talvez por isso desde de criança me tornei um aficionado por todo tipo de história.Falando nela, vamos ao resumo da minha história.Nasci em 1971, nos primeiros anos do regime militar, época em que o Brasil era governado por Emílio Garrastazu Médici.Emílio, aliás, é o nome do meu pai (EMILIO MALDONADO GUARDIA), casado com minha mãe (VILDETE FERREIRA DA SILVA), ambos moradores da cidade de Santo André/SP.Primeiro filho de D. Vildete, sou o mais velho entre 05 (cinco) irmãos (Flávio / Francisco / Paula / Caio / Raphael).Sou o único nascido na Veneza Brasileira. Os demais nasceram na terra da garoa. Curiosidade é a minha maior qualidade.Adquirir informações e tentar encontrar padrões sempre foi um hábito bastante recorrente na minha personalidade.Alguns dizem que esse comportamento revela o meu próprio padrão restritivo e repetitivo de comportamento, associando essa característica à síndrome de Asperger.Que seja, nunca me incomodei com rótulos.

ATO II: PRIMEIROS PASSOS

Passei o maior período do ensino médio no CISD – Centro Interescolar Santos Dumont (Recife), época em que a escola pública era referência.Terminei o segundo grau aos 16 anos, ainda sem saber o que gostaria ser.Com tempo sobrando, me envolvi nas mais variadas atividades:- Organizador de eventos;- Diretor da Quadrilha Junina Fogo na Noite;- Diretor do Bloco de Carnaval As Traíras;- Diretor da Casa Shows Chapéu de Couro;- Aprovado em alguns concursos públicos militares e civis;Em 1998 plantei uma sementinha. O fruto nasceu em 04/05/1999 e atende pelo nome de Amanda Bruno Guardia, uma das minhas motivações para continuar em frente e buscar sempre o melhor.Fui da mediocridade na década de 80 ao céu de brigadeiro em 2000.

ATO III: DO CÉU AO INFERNO – QUEM PROCURA ACHA

Ainda em 2000 encontrei o meu inferno astral. Quem procura acha.Construí um castelo de areia achando que era de concreto.Na primeira chuva o castelo desabou em cima de mim.Entrei em declínio absoluto, perdi o ânimo, os poucos bens que tinha.Descobri que:- A dor é uma excelente conselheira.- A derrota é uma excelente professora.Descobri o que é passar necessidade a ponto de depender de parentes e amigos para ter o que comer.Ahh, os amigos, ficaram somente uns poucos e verdadeiros.

ATO IV: VOLTANDO A CAMINHAR

Entre altos de baixos, em alguns momentos muito baixos, reencontrei o caminho para recuperar a autoestima em 2003, quando voltei a estudar, aquilo que sei fazer de melhor.Estudei Contabilidade, Marketing e Direito.Procurei espaço no mercado de trabalho oferecendo serviços ligados à minha área de conhecimento.Fui Motorista Autônomo, Despachante, Contador Júnior, Vendedor de Ônibus até chegar a diretor de planejamento de Cooperativa em Jaboatão, município integrante da Região Metropolitana do Recife.Em 2005 percebi a carência de centenas de consumidores que tinham dificuldades financeiras e não sabiam como negociar os débitos nem como se defenderem na justiça.A partir dessa necessidade nasceu uma ideia.Em abril de 2005 essa ideia se transformou em um modelo de negócios que tinha como foco representar esses consumidores endividados.Dei a esse modelo o nome de Garantia Soluções Financeiras.Surgia então uma representatividade para os consumidores que pretendiam negociar dívidas com bancos e instituições financeiras.

ATO V: DO INFERNO AO CÉU – QUEM PROCURA ACHA

A partir de 2008 esse modelo de negócios passou a dar os primeiros frutos.Em 2010, uma década após o inferno astral, o céu começou a clarear. Quem procura acha.Conheci mais uma motivação para seguir em frente materializada na forma do mais belo sorriso que já vi. Atende pelo nome de Egleice Luna.A primeira visão trouxe encantamento, que evoluiu para admiração, esquentou e ganhou forma de paixão e solidificou-se em forma de amor, hoje representada por uma parceria em todos os aspectos.Juntos, remodelamos o que era apenas uma ideia e transformamos a Garantia Soluções Financeiras em uma empresa que atua no ramo jurídico.Você deve estar pensando. Direito é negócio?Já adianto que SIM, direito é negócio!Mas, sobre esse assunto, falaremos em um tópico específico.Voltando para 2010, vi o meu sonho começar a ganhar contornos reais.A Garantia Soluções Financeiras conquistou seu espaço no mercado, superou a marca dos 2.000 clientes.

ATO VI: CONQUISTANDO ESPAÇO

De 2010 Até 2014 a empresa cresceu quase 100% ao ano, tornando-se a maior no ramo de negociação de dívidas no estado de Pernambuco.Superamos a marca dos 10 mil casos solucionados.Conquistei o ponto de equilíbrio financeiro, realizei sonhos materiais, obtive diversas conquistas.O que era uma ideia para poder pagar as contas, transformou-se num bem-sucedido modelo de negócios.

ATO VII: TERMINOU?

A estabilidade financeira foi alcançada com esse modelo.Poderia então me acomodar e apenas tentar manter a receita que deu certo.Contudo, aceitar que a vida me leve não é o meu forte.Já ouvi muito das pessoas: “você é um cara que tem muito potencial”.Ter potencial significa: - ter capacidade de fazer algo que não foi feito.Por outro lado, realizar nosso potencial significa ir além da zona de conforto e buscar crescimento constante.Para isso tenho duas grandes motivações (Amanda Bruno & Egleice Luna).A primeira, embora não tão perto quanto eu gostaria, vive no meu coração. Tenho plena certeza que muito em breve essa aproximação em sentimento também vai ser real. A segunda, é a força que me ensina todos os dias que eu tenho que dar sempre o melhor de mim para continuar a fazê-la sorrir. (Ainda bem / Que agora encontrei você / Eu realmente não sei / O que eu fiz pra merecer / Você).Essas motivações são mais do que suficientes para não me deixarem cair na zona da mediocridade.Antes que me questionem – medíocre é a qualidade daquilo que é mediano, comum, normal.De ser normal, nunca fui “acusado”.

ATO VIII: QUERO SER GRANDE

Ultrapassar a linha da mediocridade.Superar as armadilhas do comodismo.Esses são meus sonhos profissionais hoje em dia.Quero transformar a empresa que criei em um modelo de negócios replicável em larga escala.Desejo criar soluções objetivas e práticas para problemas recorrentes na vida de milhares de pessoas.Quero desenvolver modelos outros de negócios que ultrapassem a barreira do útil e tornem-se essenciais.Sei que para isso é necessário muito mais do que conhecimento. É necessário ter compreensão do que acontece ao meu redor; e longe dele.Portanto, quero aumentar o meu conhecimento e minha compreensão, e acredito que a melhor forma de aprender é compartilhando com outras pessoas aquilo que já sabemos.Aliás, há estudos que dizem isso, outros questionam:Dizem que pessoas aprendem melhor com formas de estudo prazerosas.

ATO IX: INSPIRAÇÃO

No mundo essencialmente tecnológico, é imprescindível ter criatividade para se destacar no meio de milhões de terabytes de informação que circulam nos computadores, smartphones, smart tv, e inúmeros outros gadgets à nossa disposição.Mas, de onde vem a criatividade?Não existe uma fórmula matemática, precisa e inquestionável para se desenvolver a criatividade.Porém, alguns pontos são extremamente importantes.Um deles é: TRABALHE NAQUILO QUE VOCÊ AMA.O psicólogo Anders Ericson, da Universidade da Flórida – EUA, realizou um extenso estudo que onde concluiu que não é preciso ser nenhum gênio para se destacar em alguma atividade.Para Ericson, a prática de mais de 10 mil horas da atividade escolhida, é suficiente para fazer com que o ser humano possa se tornar um expert em qualquer hora.Esse estudo serviu de base para o livro Fora de Série – Outliers, de Malcom Gladwell.Eu realmente gosto do que faço, e esse sentimento contribui para o desejo de aprimoramento, facilitando assim a prática deliberada das atividades necessárias para alcançar melhores resultados.Eis aí outra fonte de inspiração.Outra dica é: TRABALHAR OS PONTOS FORTES.Em contraponto, um estudo do Instituto Gallup indica que, para se tornar excelente em determinada atividade, é necessário ter aptidão, ou um talento dominante.Descobrir nossos pontos fortes e colocá-los em prática, é o caminho correto para alcançar alta performance na atividade escolhida.Essa é a temática do livro Descubra Seus Pontos Fortes, de Marcos Buckingham e Donald O. Clifton.A interpretação harmônica dessas duas obras antagônicas, aplicadas à minha realidade pessoal, se somas as outras motivações e se tornam na inspiração necessária para romper a zona de conforto mental produzida pelo cérebro, que, por medo de se aventurar no desconhecido, prefere ficar quieto e se acomodar com o que tem.

ATO X: O SONHO

Tudo que existe no mundo real, antes existiu apenas na mente de algum sonhador.Como eu disse, nasci em 1971.Ano Internacional da Luta contra o Racismo e a Discriminação Racial, pela ONU.8 de Fevereiro - Foi criado o Nasdaq, índice bolsista norte-americano.Em 09 de julho, nasceu Marc Andreessen, fundador do Netscape.Em 01 de outubro, Walt Disney World foi inaugurada.Em 15 de novembro de 1971, a INTEL lançou o primeiro microprocessador.Com tantos eventos importantes ligados ao ano que nasci, não poderia deixar a vida passar de forma mediana.Por isso, escolhi empreender, arriscar, desenvolver novos projetos.E são estes projetos que resolvi compartilhar por meio dessa página pessoal.Disseminar conhecimento envolve, antes de mais nada, o aprimoramento do meu próprio conhecimento pessoal.Ao final, no mínimo, alcançarei um pouco mais de compreensão sobre o mundo ao meu redor; e longe dele.Pelos meus sonhos, por minhas motivações, Amanda Bruno Guardia, filha que muito me orgulha, por Egleice Luna Gomes Fernandes, cujo sorriso é o meu raio de sol, por D. Egleide Luna Gomes Fernandes, fábrica de onde saiu o meu amor e hoje é nossa guardiã, sigo em frente na certeza de que: “quem procura acha”.A Deus, o agradecimento diário pela oportunidade de viver e fazer as minhas próprias escolhas.

ATO XI: MORAL DA HISTÓRIA

Não são as respostas que movem o mundo, são as perguntas."

Albert Eistein

Inovar é a arte de enxergar o óbvio antes dos outros.

Flávio Marcelo Guardia