Aplicativos e carona
APLICATIVOS DE CARONA x TÁXIS – QUEM É O VILÃO?
16 de junho de 2016
Fator previdenciário
COMO FUNCIONA O FATOR PREVIDENCIÁRIO?
20 de junho de 2016

Golpes na internet causam milhões de prejuízos.

Conheça os 06 golpes na internet mais praticados atualmente. O sexto deles é realmente preocupante.

Por essa eu não esperava.

Segundo a Serasa Experian, somente no Brasil, ocorrem em média 17 tentativas de golpes na internet por segundo contra o consumidor.

Os mais variados golpes são aplicados contra os mais diversos setores da economia.

Empresas de telefonia, setor de serviços, seguradoras, bancos e financeiras são os alvos preferidos dos fraudadores.

A maioria esmagadora das tentativas de fraude ocorrem no ambiente virtual, ou seja, golpes na internet.

Em 2015, quase 1,7 milhões (1.695.181) de tentativas de fraudes contra o consumidor foram identificadas.

Isso significa que, somente durante o tempo que você levou para ler esse texto, aproximadamente 03 (três) tentativas de golpes na internet foram realizadas.

O artigo a seguir ajuda a conhecer melhor os crimes virtuais mais cometidos, além fornecer dicas de como se proteger.

Flávio Marcelo Guardia. Advogado – OAB/PE 34.067


01 – WHATSAPP. MENSAGENS PROMOCIONAIS PELO APLICATIVO

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

O WhatsApp é, sem dúvidas, um dos aplicativos mais utilizados no mundo.

No Brasil o aplicativo virou quase um meio oficial de comunicação, tornando-se uma das maiores redes sociais atualmente em uso.

A reunião de tantas pessoas num único aplicativo revelou um “nicho de mercado” atrativo para quem pratica golpes na internet.

Diante disso, passou a ser comum a disseminação de mensagens com ofertas de recarga gratuita para celular.

Para receber o crédito, o consumidor e induzido a clicar numa imagem que o redireciona para outra página na internet, onde contém o programa que se instalará no seu smartphone.

Essa imagem, geralmente de conteúdo atrativo, é na verdade um scritp malicioso (vírus para smartphone), contendo uma série de comandos que são executados a partir do momento em que o consumidor toca (clica) na imagem.

Ou seja, é uma linguagem de programação criado com a finalidade de instalar no smartphone algum aplicativo com a finalidade de roubar dados pessoais importantes.

Ao clicar na “promoção”, o consumidor fornece ao vírus programa a permissão que o ele precisa para se instalar no telefone.

O exemplo de créditos gratuitos para celular é apenas dentre dezenas de falsas promoções e ofertas são artifícios recorrentes nos golpes na internet.

Se você não tem grande conhecimento linguagem de programação, limite-se a instalar aplicativos disponíveis nas lojas oficiais (Play Store / App Store).

Fique atento e evite instalar programas de origem duvidosa.


02 – FACEBOOK. CAMPANHAS DE DESCONTO

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet


Difícil hoje em dia é conhecer alguém que não tenha uma conta no Facebook.

O que poucos sabem é que uma das formas da rede social ganhar dinheiro é por meio da divulgação de propagandas e jogos.

Isso abre uma brecha para que os “experts” em linguagem de programação criem as mais diversas armadilhas virtuais.

Essas “mentes brilhantes” possuem uma capacidade criativa impressionante.

Some-se a isso a curiosidade voraz do consumidor, além daquela vontade incontrolável de levar alguma vantagem.

Pronto. Temos aí os ingredientes necessários para formação um dos mais recorrentes golpes na internet.

É bastante comum recebermos na linha do tempo do Facebook mensagens com forte apelo para receber cliques.

A lógica aqui é exatamente a mesma daquela explicada no tópico anterior.

Outro recurso extremamente utilizado são imagens apelativas.

Fotos com conteúdo erótico, com cenas de violência, ou até mesmo de fundo emocional apelativo são utilizadas como verdadeiras iscas.

Mais uma vez os “geniozinhos do mal” demonstram uma criatividade acima do normal.

Existem algumas técnicas de marketing utilizadas de forma recorrente pelos hackers.

São os chamados gatilhos mentais.

Imagens com ofertas despertam o interesse na obtenção de ganhos.

Mensagens que insinuam erotismo, violência ou situação de vulnerabilidade, despertam o instinto de curiosidade.

Até mesmo a utilização de imagens de bebês e animais são atrativos com forte poder de retenção da audiência.

Além disso, títulos bem elaborados somam-se ao uso de imagens, formando os tais gatilhos mentais.

É o poder da sugestão utilizada em nível subconsciente.

Exemplos recorrentes são:

  • NÃO PERCA…
  • VOCÊ VIU?
  • NOSSA, QUE CURIOSO…
  • QUE ÓDIO DESSE CARA…
  • 05 DICAS IMPERDÍVEIS…

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

  • SENSACIONAL…

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

  • NOTÍCIAS CHOCANTES…

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

  • INSINUANDO EROTISMO…

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

  • MENSAGENS DE AMIGOS COM LINKS PARA CLICAR…

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

Outros recursos também são utilizados de forma reiterada.

Notícias de crianças desaparecidas também são clássicas.

Geralmente esses links redirecionam o navegador de internet para outras páginas e solicitam permissão para instalação de programas:

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

Ao concordar com a execução do aplicativo, o consumidor fornece permissão que o vírus necessita para se instalar no computador ou no smartphone.

Esse programa passa a coletar seus dados pessoais, tais como logins e senhas para transações comerciais pela internet.

Relembrando. É importante evitar instalar os programas que estão escondidos atrás dessas mensagens atrativas.

03 – E-MAILS. RECADASTRAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

Mais um dos golpes na internet extremamente utilizados.

A utilização do sistema internet banking é uma comodidade quase indispensável hoje em dia.

Para que esses programas funcionem corretamente, as instituições financeiras realizam atualizações constantes.

Além disso, alguns bancos solicitam a instalação de programas de segurança para que o serviço permaneça ativo.

Some-se a isso a utilização de imagens e texto extremamente semelhantes aos utilizados nos sites oficiais dos bancos.

Isso cria uma falsa sensação de veracidade nos e-mails que recebemos contendo solicitações de recadastramento.

Geralmente essas mensagens vêm acompanhadas de ameaças de bloqueio da conta, caso o consumidor não execute a operação solicitada.

Algumas observações são importantes.

A primeira delas é verificar o site de destino inserido no link.

É possível confirmar se o site de destino corresponde ao banco.

Ao passar o mouse sobre o link, o navegador apresenta uma prévia do site para onde você vai ser redirecionado.

Essa prévia do endereço aparece na parte inferior do navegador.

Confira se o endereço é realmente do banco.

Não posso afirmar que é impossível, porém é pouquíssimo provável que o banco envie um e-mail ameaçando bloquear o acesso a conta bancária, caso o consumidor não clique no link ou deixe de efetuar a instalação de algum programa.

Contate o seu banco por meio dos canais oficiais e pergunte se houve alguma atualização no sistema de internet banking.

Na dúvida, o correto é não clicar ou instalar programas recebidos por e-mail.

04 – PHISHING. FALSIDADE IDEOLÓGICA DOS SITES

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

Outra prática bem elaborada de golpes na internet e que requer cuidado do consumidor.

Em computação, phishing, termo oriundo do inglês (fishing) que quer dizer pesca.

É uma forma de fraude eletrônica, caracterizada por tentativas de adquirir dados pessoais de diversos tipos.

A finalidade é coletar senhas, dados financeiros como número de cartões de crédito e outros dados pessoais.

A tática é a mesma já descrita – atrair o consumidor mediante oferta de alguma vantagem.

Nesses casos o fraudador reproduz toda a aparência de algum site famoso, com a finalidade de induzir o consumidor a fornecer dados pessoais.

Já dizia Oscar Wilde: “a vida imita a arte muito mais do que a arte imita a vida”.

Nesse exemplo, o crime virtual imita o crime da vida real.

É o verdadeiro caso de falsidade ideológica misturado com estelionato.

Uma página da internet se passa por outra (falsidade ideológica), para induzir o consumidor em erro, mediante ardil, com a finalidade de obter dados sigilosos para prática de golpes com essas informações (estelionato).

Evidente que esse exemplo comparando com direito penal é mera figura de linguagem.

No entanto, esse crime virtual é real (desculpem o trocadilho).

Falando sério, trata-se de uma prática que gera prejuízos imensos para todos.

Mesmo quem nunca caiu num golpe desse tipo, acaba sendo impactado por essa prática criminosa.

Isso porque os prejuízos recorrentes fazem com que as empresas que sofrem mais com esse golpe aumentam as despesas com segurança e sistemas antifraude.

Essas despesas são repassadas para nós, pois o custo com segurança acaba sendo incluído no preço final dos produtos e serviços.

Segundo a Psafe, uma das maiores empresas de segurança na internet do mundo, uma das maiores violações de sistema conhecida até hoje foi a perda de dados e senhas de cerca de 145 milhões de clientes do eBay.

Até agora não ficou claro como os hackers conseguiram fazer esta invasão.

Um relatório da Cyber Security, do Instituto Ponemon, revelou que o custo médio de investimento contra violação de dados cresceu 15% no ano passado, e que a probabilidade de uma empresa ter seu sistema violado ao longo de um período de dois anos é de 22%.

O caso é tão sério que a Psafe lançou uma campanha mundial, alertando sobre a criação de sites falsos ligados aos jogos olímpicos Rio 2016:

A campanha alerta para a clonagem de sites de instituições bancárias e fornece dicas sobre como identificar o phishing.

O exemplo a seguir traz a imagem do site oficial do Banco do Brasil.

Observe o endereço do site no topo da imagem:

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

A seguir, um phishing do mesmo site.

Compare o endereço no topo da imagem:

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

As semelhanças nos textos e nas imagens impressionam.

Porém, uma leitura cuidadosa na barra de endereço denuncia a tentativa de fraude virtual.

A Psafe forneceu algumas dicas para escapar do phishing:

– Mantenha um programa antivírus instalado e atualizado no computador e smartphone

– Verifique a grafia dos textos por e-mail, normalmente contém erros

– Entre em contato com a instituição financeira ou empresa, se for o caso, para confirmar o endereço do site oficial

– Desconfie se o site do banco pedir a senha duas vezes ou informações pessoais, como nome da mãe

– Caso receba uma promoção por e-mail, verifique no site oficial da empresa se a promoção está publicada, por exemplo, antes de clicar em qualquer link

– Nunca forneça dados pessoais por e-mail, como senhas e logins.

05 – E-COMMERCE. SITES DE VENDA FALSOS

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet


Prática antiga e bastante difundida pela imprensa, porém, ainda presente na atualidade, por isso ganhou destaque na lista dos mais praticados golpes na internet.

Não raramente recebemos anúncios de ofertas incríveis.

São produtos com procura alta a preços extremamente atrativos.

Encontrou essas características? Então fuja!

Os criminosos virtuais utilizam algumas ferramentas disponíveis na internet, e têm acesso aos termos mais buscados na rede.

Programas como Google Analytics, Google Adwords, Google Trends, Facebook Insights, Facebook Ads, entre outros, são mecanismos que fornecem aos empreendedores virtuais meios para saber o que está em evidência na internet.

São recursos lícitos que, por meio da coleta contínua de tudo que se pesquisa na internet, forma um banco de dados que filtra e indica os termos mais relevantes.

A finalidade dessas ferramentas é fornecer ao empresário que tem seu negócio na internet um meio para definir suas estratégias comerciais.

No entanto, os fraudadores virtuais fazem uso desses mecanismos para criar sites de venda, contendo os produtos mais desejados pelo consumidor, com preços geralmente 20% (vinte por cento), ou mais, abaixo do praticado pelos grandes varejistas.

Em 2015 um caso ganhou as páginas do noticiário brasileiro.

Os proprietários dos sites de vendas Pank e Stop Play, Viviane Boffi Emílio e Michel Pierri Cintra foram acusados de aplicar golpes na internet.

A tática era exatamente a descrita acima.

A criação de um site de varejo, com produtos de alta procura, a preços bem abaixo do praticado pelo mercado:

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

A polícia afirma que mais de 40 mil consumidores foram vítimas do golpe que consistia em oferecer o produto, receber e pagamento, e não entregar a mercadoria.

Segundo o Ministério Público de São Paulo, o golpe virtual pode ter rendido mais de 100 milhões de reais aos fraudadores.

Apesar de ser um golpe fácil de ser percebido, milhares de consumidores caem na armadilha do desconto generoso.

Visando minimizar os prejuízos em desfavor dos consumidores, o PROCON-SP mantém uma página na internet com a lista dos sites envolvidos em fraudes dessa natureza.

Lista de sites que devem ser evitados.

06 – BOLETO. FALSIFICAÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet


Esse é um dos golpes na internet mais bem elaborados e difíceis de se identificar.

Existem notícias na internet informando sobre golpes com boletos de multas do Detran, mensalidades de faculdade, de pagamentos de impostos, entre outros.

Com o pagamento de um boleto falso, o consumidor deixa de pagar o que deveria e, consequentemente, pode sofrer corte no fornecimento de um serviço, receber cobranças com juros e multa por atraso e até ficar com o nome sujo.

O tema é tão relevante que a Caixa Econômica Federal criou uma página na internet específica para orientar os consumidores sobre esse golpe virtual:

Falsos boletos.

Não é fácil para o consumidor menos experiente evitar esse crime virtual.

Exatamente por essa razão esse tema foi deixado por último.

Alguns sinais podem ser percebidos, porém, exigem bastante atenção.

A primeira dica é ler com muito cuidado todas as informações constantes no boleto.

Quaisquer falhas nas imagens, no código de barras, ou mesmo erros de português são importantes indícios de que o boleto pode ter sido fraudado.

Outra dica é utilizar o leito de código de barras para pagamento.

Geralmente, a fraude consiste na adulteração dos números constante na chamada “linha digitável do boleto”.

Essa linha consiste na sequência de números que são digitados manualmente, para fins de pagamento do boleto.

Por isso, recomenda-se a utilização do leitor automático de código de barras.

Se a leitura falhar, desconfie.

Mesmo se a leitura do código de barras funcionar, e importante verificar as informações que aparecem na tela do computador.

É necessário confirmar se os dados do recebedor do título conferem com as informações constantes no boleto.



07 – CONCLUSÕES

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

Vivemos numa sociedade de consumo, onde a velocidade nas transações é um item de extrema importância.

A internet tem colaborado para agilidade nos pagamentos, no entanto, segurança nunca é demais o consumidor tem que fazer a sua parte.

Quem entende de direito do consumidor pode até questionar:

– A responsabilidade objetiva não impõe ao fornecedor de serviços a responsabilidade por eventuais prejuízos causados ao consumidor?

A resposta é sim.

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) determina que o fornecedor de serviços deve responder pela reparação dos danos causados ao consumidor, independentemente de culpa.

Desse modo, ao utilizar os meios virtuais para fornecer produtos e serviços, a empresa assume o risco do negócio.

Em outras palavras, ao fazer uso de meios de pagamento pela internet, os bancos e empresas assumem os riscos de segurança associados à essa prática.

O mesmo princípio vale para os boletos enviados pelo correio.

Assim, em casos de golpes na internet envolvendo serviços prestados por empresas onde o consumidor mantém seu cadastro, presume-se que ela seja responsável pelos danos causados.

A consequência é que o fornecedor e o banco devem arcar com os prejuízos, pois são os únicos que têm acesso conhecimento dos dados do consumidor e são responsáveis por eles.

Essa questão já foi até sumulada pelo STJ:

Súmula 479

As instituições financeiras respondem objetivamente pelos danos gerados por fortuito interno relativo a fraudes e delitos praticados por terceiros no âmbito de operações bancárias.

Porém, a questão aqui é outra.

Lembra que comecei o artigo afirmando que quase 1,7 milhões de tentativas de golpes na internet foram identificadas em 2015?

Esqueça!

Como todos sabem, as olimpíadas projetaram o Brasil no cenário mundial. Fato que ocorre naturalmente com qualquer país sede.

No entanto, as consequências produzem efeitos para o bem e para o mal.

Segundo a Psafe, somente em maio de 2016, foram identificados mais de 4 milhões de ataques virtuais no Brasil.

Esse dado considera outros tipos de ataques virtuais além dos citados neste artigo.

O infográfico a seguir mostra o mapa de maior incidência dos ataques virtuais:

Voc conhece os 06 principais golpes aplicados na internet

Os dados revelam uma situação preocupante.

Por isso a reflexão deve ir além das fronteiras da lei.

Isso porque, para além do mundo abstrato da justiça, existe o mundo real, onde as decisões judiciais devem produzir seus efeitos.

Pensando nesse aspecto, devemos levar em consideração alguns fatores.

1 – Muitas vezes o prejuízo é pequeno, e os consumidores acabam não procurando a justiça.

2 – A morosidade do judiciário desestimula ações de natureza indenizatória de valores pequenos;

3 – Quando a fraude virtual é praticada por empresa criada para esse fim, dificilmente o consumidor consegue ser ressarcido do prejuízo.

A moral da história é que alguns cuidados simples evitam aborrecimentos enormes.

Se interessa também por assuntos jurídicos?

A GARANTIA SOLUÇÕES FINANCEIRAS é uma assessoria multidisciplinar, com foco na solução completa para problemas jurídicos. Visite nosso site e se informe sobre nossos serviços:

GARANTIA SOLUÇÕES FINANCEIRAS

Estatísticas
Sugestão de tema

Flávio Marcelo Guardia

Pesquisa

Flávio Marcelo Guardia

Redação

Flávio Marcelo Guardia

RevisãoEgleice Luna
Publicado por

Flávio Marcelo Guardia

Atualizações
17/06/16 – 18h00Egleice Luna

Comentários

Deixe seu comentário

Flávio Marcelo Guardia
Flávio Marcelo Guardia
Advogado por vocação, apaixonado por marketing e tecnologia. Um eterno aprendiz.