prisão preventiva eduardo cunha
PRISÃO PREVENTIVA DE EDUARDO CUNHA PODERÁ SER BREVE
19 de outubro de 2016
Bagagem Extraviada em Voo Internacional
BAGAGEM EXTRAVIADA EM VOO | CONVENÇÃO DE VARSÓVIA OU CDC?
23 de outubro de 2016

NINTENDO SWITCH | DESCOBRIRAM O SEGREDO DO SUCESSO DO YOUTUBE E DA NETFLIX?

nintendo switch

NINTENDO SWITCH | DESCOBRIRAM O SEGREDO DO SUCESSO DO YOUTUBE E DA NETFLIX?

Nintendo Switch, a nova aposta da Nintendo para o mercado de games já nasce com cheiro de sucesso. A Nintendo recorreu a uma estratégia utilizada por outras gigantes do mercado de tecnologia. Descubra qual foi.

Antes, porém, surgem algumas questões:

– Existe mesmo um ´segredo do sucesso`?

– O projeto NINTENDO SWITCH utiliza alguma ´fórmula mágica` garantir o sucesso do empreendimento?

– Posso usar esse ´segredo` para fazer minha ideia se tornar uma empresa gigante?

– Ou ainda, existe uma ´estratégia infalível` para minha empresa faturar milhões?

Não há como negar. É o sonho de qualquer empreendedor iniciar um novo negócio e se tornar um sucesso de aceitação.

Exemplos como Netflix, Uber, Whatsapp, AirBnb, além do próprio projeto NINTENDO SWITCH, entre outras empresas de tecnologia, fomentam o desejo de quem não enxerga no emprego tradicional, de carteira assinada, o pote de ouro no final do arco-íris.

Entretanto, é importante ressaltar que essas empresas não nasceram e ficaram famosas da noite para o dia, inserindo seus fundadores no rol da FORBES, entre os mais ricos do mundo.

Algumas regras em comum fazem parte dessas grandes empresas. Nintendo Switch utiliza algumas dessas regras, e, ao menos uma, será demonstrada adiante.

Identificar as semelhanças por trás de empresas de sucesso, pode representar uma vantagem competitiva para quem pretende ser reconhecido nesse disputado mercado.

Virou notícia recorrente a informação de que uma boa ideia transformou-se numa grande empresa. Mas, vá com calma.

Más notícias.

As chances de atingir o sucesso não dependem apenas de uma boa ideia.

Boas notícias.

Com democratização dos meios de tecnologia, principalmente internet, o acesso à informação se encontra extremamente facilitado. Informação bem tratada pode representar um fator de extrema vantagem competitiva.

Moral da história:

Se manter sempre informado e saber como utilizar essa informação é o mínimo que o empreendedor deve fazer.

Não à toa, uma das expressões mais em evidência atualmente é BIG DATA, que nada mais é do que o termo empregado para definir o imenso volume de dados – estruturados e não estruturados, que impactam os mais diversos negócios no dia a dia.

Dica:

Para além da descrição formal, BIG DATA se mostra relevante quando tratamos esses dados e extraímos informações relevantes, ou seja – O QUE FAZER COM A INFORMAÇÃO.

É exatamente disso que se trata o presente artigo:

  • Coleta de informações sobre as empresas citadas no título;
  • Comparação das estratégias a partir dessas informações;
  • Identificação do segredo do sucesso de gigantes do mercado de internet.

Recomendo a leitura do artigo APLICATIVOS DE CARONA x TÁXIS – QUEM É O VILÃO?

Nele foi abordada a evolução das tecnologias disruptivas, sob os contextos:

– ECONÔMICO;

– HISTÓRICO;

– TECNOLÓGICO; e

– LEGAL.

Referido artigo contém algumas premissas básicas que serão utilizadas para melhor compreensão do assunto a ser abordado nesta ocasião.

Descubra o segredo do sucesso do YouTube e da Netflix que está sendo empregado no projeto NINTENDO SWITCH.

Autor: Flávio Marcelo Guardia – Advogado OAB/PE 34.067.

01 – POR DENTRO DO NINTENDO SWITCH?

Em 20/10/2010 a Nintendo lançou o trailer do projeto Nintendo Switch, o próximo console composto por um equipamento híbrido, agregando funcionalidades de um aparelho para uso em casa e portátil ao mesmo tempo.

Além disso, o aparelho conta com um dispositivo conectado à TV, chamado Nintendo Switch Dock.

Ao desconectar o Switch da base, o sistema imediatamente alterna para o modo portátil.

Nesta funcionalidade, o Nintendo Switch assegura que o equipamento apresentará resolução em alta definição.

O console conta com dois controles, sendo um deles chamado de JoyCon, que é destacável e pode ser acoplado à tela portátil.

Um segundo controle, chamado Nintendo Switch Pro Controller, também será vendido, oferecendo uma experiência mais próxima de um console tradicional.

O equipamento permite a conexão entre vários Switchs no mesmo ambiente, formando uma rede multiplayer local.

A nova aposta da Nintendo conta com processador Nvidia, com arquitetura similar a encontrada nos processadores presentes nas placas de vídeo GeForce.

Pois bem, essas são as especificações técnicas em linhas gerais, no entanto, a grande sacada do Nintendo Switch não se resume em alta tecnologia, e sim em tecnologia disruptiva.


02 – TECNOLOGIAS DISRUPTIVAS. O QUE O PROJETO NINTENDO SWITCH TEM A VER ISSO?

Estamos vivendo a era da Quarta Revolução Industrial.

Realidade virtual, impressoras 3D, smartphones cada vez mais inteligentes, internet em processo de democratização, são apenas alguns exemplos do que ainda vem por aí.

Com fim da Segunda Guerra Mundial, todo investimento realizado pelos EUA para fins de pesquisa científica no Vale do Silício perdeu o foco beligerante.

A partir de então, a verba destinada pelo governo americano ganhou contornos de fomento à criação de novos modelos de tecnológicos.

Surgiu então o berço da tecnologia mundial. Como exemplo, destaca-se a universidade de Stamford, na Califórnia.

Incentivadas pelo projeto RADIO RESEARCH LAB HARVARD, nasceram gigantes da tecnologia mundial que predominam nos dias de hoje, a exemplo da INTEL, HP, esta última, por exemplo, reconhecida por muitos como a primeira startup de tecnologia financiada por capital de risco – Venture Capital.

O fomento à pesquisa massificou a criação de novas tecnologias, que no futuro viria a provocar verdadeiras revoluções na forma como as pessoas se relacionam entre si, seja comercialmente ou mesmo no campo pessoal.

Introduzia-se então o conceito de TECNOLOGIA DISRUPTIVA.

Na prática, nada mais é do que o uso da tecnologia avançada para romper com um determinado paradigma.

Observe bem que foi citada a palavra romper com um paradigma, ou seja, modificar algo que existe.

A tecnologia disruptiva, não necessariamente, inventa algo. Na grande maioria das vezes apenas modifica, aprimora o modo de funcionamento de algo que já existe.

O projeto NINTENDO SWITCH, por exemplo, não representa a invenção do jogo eletrônico, título, aliás, que fica a cargo do Tennis For Two, de 1958:

flavio marcelo guardia

Vale lembrar que os jogos eletrônicos foram criados a pretexto de estimular o raciocínio e desenvolver a inteligência dos usuários.

A partir da década de 80, ganhou contornos de mundiais e passou a ser visto como um grande negócio.

Nessa época já havia gigantes disputando o mercado de videogames, entre elas a ATARI, SEGA, PHILIPS, além da própria NINTENDO, que ganhou fama de ter criado o primeiro videogame portátil do mundo, o famoso GAME BOY, lançado em abril de 1989:

flavio marcelo guardia

Na verdade, apesar de a Nintendo levar a fama, o primeiro videogame portátil foi lançado uma década antes (1979), e chamava-se MICROVISION:

flavio marcelo guardia

Depois dele ainda veio o outro game da própria Nintendo, chamado GAME & WATCH, porém, não fizeram tanto sucesso quanto o GAME BOY, o razão por que ostenta a fama de ter sido o primeiro jogo eletrônico efetivamente portátil.

Entra em cena o conceito da tecnologia disruptiva, aliada ao bom uso da informação por parte da NINTENDO.

A empresa japonesa aprimorou o conceito criado pela concorrente americana – Milton Bradley Company, melhorando o display e a empunhadura (forma de pegada) do aparelho.

Além disso, melhorou o dispositivo de comando de movimentos (Joystick), e adicionou novos botões, além de dar mais atenção ao som emitido pelo aparelho.

Estava pronto o GAME BOY, um verdadeiro sucesso em jogos portáteis no mundo inteiro.

Vale questionar:

– O que pode ser caracterizado como invenção no GAME BOY?

Na verdade, a Nintendo pegou carona na invenção da MILTON BRADLEY COMPANNY (atual divisão da HASBRO), e aprimorou.

É o que chamamos de INOVAÇÃO.

ATENÇÃO. Foi esse conceito desenvolvido em primeiro lugar por outra empresa, que a NINTENDO utilizou como segredo do sucesso para lançamento do GAME BOY.

Com a ressalva de que a empresa já havia tentado esse mesmo conceito antes (GAME & WATCH), porém sem alcançar o sucesso desejado.

Eis aí a verdadeira essência da tecnologia disruptiva, mais uma vez aplicada pela empresa japonesa no projeto NINTENDO SWITCH.


03 – PROJETO NINTENDO SWITCH. QUAL A RELAÇÃO COM YOUTUBE E NETFLIX?

Indo direto ao assunto:

LIBERDADE.

Esse é o segredo por trás do sucesso gigantesco alcançado pelo YouTube, Netflix, AirBnb, Uber, entre outras gigantes de tecnologia.

No artigo sobre ameaças ao marketing digital, escrevi algo que se encaixa nessa afirmação:

BLOQUEADORES DE ANÚNCIO. SE ATÉ A GOOGLE ESTÁ PREOCUPADA, VOCÊ TAMBÉM DEVERIA SE PREOCUPAR.

Naquele artigo fiz a seguinte afirmação:

As grades de programação da TV aberta já não prendem mais ninguém.

Porém, os fugitivos daquela prisão não querem ter seus destinos controlados pelos anunciantes.

Por isso, é necessário inverter a lógica da publicidade do mesmo modo que se inverteu a lógica do conteúdo.

O desafio agora é entender qual tipo de publicidade o consumidor deseja receber, e direcionar para ele a sua mensagem.

O conceito LIBERDADE está presente em todos os grandes casos de sucesso citados.

  • YouTube – Permite que o espectador assista o conteúdo que quiser, na hora e local que bem desejar;
  • Netflix – Assemelha-se ao YouTube, porém, adicionou produções próprias ao conteúdo;
  • Uber – Permite que o consumidor escolha um meio de transporte particular, como alternativa ao transporte público;
  • WhatsApp – Aprimorou o conceito Short Message Service (SMS), utilizando toda estrutura das empresas de telefonia, permitindo ao consumidor a experiência mais agradável de troca de mensagens semelhante ao antigo Messenger (Skype), porém, com a mobilidade de um celular;

Nenhuma dessas empresas inventou o serviço por elas fornecido.

Apenas melhoraram a experiência do consumidor, além de adicionar um fator de extrema relevância – LIBERDADE.

Agora vem a pergunta que deu início a tudo:

NINTENDO SWITCH | DESCOBRIRAM O SEGREDO DO SUCESSO DO YOUTUBE E DA NETFLIX?

Pelo visto parece que não.

A bem da verdade, a Nintendo volta às suas origens e aposta naquilo que ela sabe fazer de melhor.

O console da gigante japonese promete:

MELHOR EXPERIÊNCIA PARA O CONSUMIDOR:

– ALTA RESOLUÇÃO DOS GAMES CONECTADOS NUMA SMARTV;

– VELOCIDADE DE RESPOSTA DE UM CONSOLE FIXO;

LIBERDADE

– MANUTENÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS ACIMA, COM A POSSIBILIDADE DE USAR ONDE QUISER, NA HORA QUE QUISER.


04 – PROJETO NINTENDO SWITCH. CONCLUSÕES

Como visto, o segredo para o sucesso não se explica por uma fórmula matemática.

Porém, alguns fatores são essenciais e estão presentes nas maiores empresas do mundo.

Para aprimorar as conclusões, vamos adotar o exercício indicado no início do artigo:

  • Coleta de informações sobre as empresas citadas no título;
  • Comparação das estratégias a partir dessas informações;
  • Identificação do segredo do sucesso de gigantes do mercado de internet.

Dentre tudo que foi citado, algumas características são recorrentes, e apontam, se não um caminho definitivo, ao menos uma tendência na elaboração de estratégias empresariais que resultam em sucesso.

Dentre elas destacam-se:

INOVAÇÃO

– Muito mais do que uma novidade, consumidores querem uma boa experiência ao utilizar um serviço ou adquirir algo;

– O caminho mais curto para o sucesso não é necessariamente inventar algo, e sim aprimorar um produto/serviço já existente;

LIBERDADE

– Produtos ou serviços que aumentem a sensação de poder do consumidor, que lhes ofereça maiores possibilidades de escolha, tendem a proporcionar uma experiência mais agradável, retornando assim ao primeiro quesito.

Tem alguma ideia em mente e acha que ela tem potencial para se tornar um grande sucesso?

Então, realize uma análise crítica sobre essa ideia.

Alguns passos são fáceis de serem realizados no processo de elaboração do projeto:

1. Em primeiro lugar se pergunte – POR QUE DEVO REALIZAR ESSE PROJETO, E NÃO COMO VOU REALIZAR ESSE PROJETO?

Se perguntar porque significa encontrar a justificativa real para investir na ideia e transformar o projeto em algo palpável.

Representa uma segurança – MÍNIMA – que existe viabilidade econômica.

O empreendedor que passa muito tempo se perguntando: “COMO VOU REALIZAR?”, está focado em tornar o seu desejo realidade a qualquer custo. Isso é um risco desnecessário.

Já o empreendedor que se pergunta – POR QUE VOU REALIZAR, tem em mente uma ideia que pode representar a solução para o problema de alguém, ou melhor, de um nicho de mercado.

Identificar nicho de mercado, aliás, é o próximo passo.

2. Em segundo lugar se pergunte – O PRODUTO/SERVIÇO É ESCALÁVEL?

Vivemos uma economia de mercado, onde as regras da oferta e da procura não podem, sob hipótese alguma, serem desconsideradas.

É bem verdade que a economia colaborativa vem ganhando força, portanto, é necessário ficar atento se o seu conceito se encaixa dentro das regras que vão comandar o comportamento do consumidor moderno.

Desse modo, é imprescindível identificar e demonstrar que o produto ou serviço atinge um número considerável de consumidores, a ponto de ser considerado escalável.

3. Em terceiro lugar – TEM PODER DE RECORRÊNCIA?

Um produto ou serviço, para alcançar o status de grande sucesso, deve apresentar um forte poder de recorrência natural.

A recorrência natural proporcionará uma chance maior de fidelização do consumidor, proporcionando ao produto/serviço uma chance maior de ter vida longa e de sucesso.

Como dito, não se trata de uma fórmula mágica ou um `segredo que ninguém vai te contar´.

Realizar todas as etapas sugeridas neste artigo não vai assegurar o sucesso do empreendimento, porém, vai auxiliar para evitar o cometimento de erros extremamente básicos.

A finalidade desse artigo não é fornecer o ´mapa da mina` para o empreendedor ter sucesso.

Ao contrário, a finalidade é desmistificar os argumentos utilizados por mestres em `títulos isca´, que fazem de tudo para atrair a audiência, porém, oferecem conteúdo de baixa qualidade.

Por isso fiz questão de repetir alguns gatilhos utilizados por `experts´ em vender a própria imagem na internet:

– Existe mesmo um ´segredo do sucesso`?

– O projeto NINTENDO SWITCH utiliza alguma ´fórmula mágica` garantir o sucesso do empreendimento?

– Posso usar esse ´segredo` para fazer minha ideia se tornar uma empresa gigante?

– Ou mesmo, existe uma ´estratégia infalível` para minha empresa faturar milhões?

Pois bem, a maior lição que deve ser extraída desse texto é:

NÃO EXISTE UM SEGREDO DO SUCESSO, FÓRMULA MÁGICA, TAMPOUCO ESTRATÉGIA INFALÍVEL PARA SE TER BONS RESULTADOS.

O que existe é trabalho, trabalho e trabalho. Muitas dessas empresas falharam em outros projetos antes de se tornarem gigantes.

Porém, o que chama a atenção é o estágio que se encontram hoje em dia.

Vale ressaltar, contudo, que nada é por acaso.

Em tempos de internet massificada, o que não falta é informação circulando por todos os lados.

Saber filtrar o conteúdo e extrair o que há de melhor é um exercício necessário para quem deseja crescer, em especial no empreendedorismo.

Alguns bens intangíveis devem ser considerados nesse processo:

  • Saber gerir melhor o – TEMPO;
  • Filtrar a – INFORMAÇÃO;
  • Exercitar uma análise crítica para ter melhor – COMPREENSÃO;
  • Aproveitar o produto desse exercício – REFORMULAÇÃO.

Esses são alguns pilares que podem contribuir para o sucesso.

Confira também o artigo sobre segurança pública:

PUBLICIDADE ONLINE. VOCÊ SABE A IMPORTÂNCIA DE FALAR PARA O PÚBLICO CORRETO?

Visite nosso site e se informe sobre nossos serviços:

GARANTIA SOLUÇÕES FINANCEIRAS

Estatísticas
Sugestão de tema

Flávio Marcelo Guardia

Pesquisa

Flávio Marcelo Guardia

Redação

Flávio Marcelo Guardia

RevisãoEgleice Luna
Publicado por

Flávio Marcelo Guardia

Atualizações
21/10/16 – 06h55Egleice Luna

 

Comentários

Deixe seu comentário

Flávio Marcelo Guardia
Flávio Marcelo Guardia
Advogado por vocação, apaixonado por marketing e tecnologia. Um eterno aprendiz.